Seja Bem Vindo!

segunda-feira, 5 de março de 2012

Informação e Comunicação: integrando a Rede SUAS em Lages


                                          Por: Pedro Miguel Muniz Junior – Assistente Social CRESS nº 5553

Agilidade e tecnologia a serviço do sistema de informação integrado na Rede de Proteção Básica do município de Lages.
 A Secretaria Municipal de Assistência Social integrada a Rede SUAS que é o sistema de informação do Sistema Único de Assistência Social – SUAS, está em fase de conclusão do Sistema de Informação da Assistência Social - SIAS que é um sistema que tem como elemento principal a informação. Sendo que o objetivo do SIAS é coletar, armazenar, tratar e fornecer informações apoiando e articulando a comunicação dos serviços e equipamentos coletivos oferecidos pela Secretaria Municipal de Assistência Social.

Este instrumento – SIAS / Rede SUAS – inaugura um desdobramento da política pública de assistência social no município, conforme a Política Nacional de Assistência Social - PNAS/2004 e a Norma Operacional Básica do SUAS/2005  regulamenta. Assim redimensiona a cultura da Gestão entre trabalhadores, gestores e instituições da área, gerando novos índices de: recebimento, tratamento, armazenamento e entrega de dados e informação e controle social da política pública de assistência social no município de Lages.

O novo sistema – SIAS – é estruturado para armazenar e comunicar diferentes aspectos: social, econômico e cultural dos usuários do - SUAS diagnosticando indicadores que irão servir para o planejamento, execução e avaliação das ações da Secretaria.

Apoiando no exercício profissional, o sistema dá suporte operacional para as ações mais complexas, o que possibilita um gerenciamento mais amplo das informações coletadas e armazenadas, dando suporte ao processo decisório da equipe de profissionais.

O SIAS permite organizar, agilizar a documentação com mais rapidez e eficiência, incluindo, ainda, o registro de cadastro do domicílio/ usuário (inclusão, exclusão, alteração e consulta), consulta à distribuição de benefícios, controle da participação dos usuários, registro de programas e projetos sociais.

Conheça alguns módulos:

Módulo Gerenciamento de Informações de Domicílios
  
Registra e analisa dados sobre o domicílio, especificando informações sobre a pessoa de referência e sobre o grupo familiar. Os dados sobre os membros do grupo familiar são registrados em um campo específico, que solicita informações que permitem definir o perfil socioeconômico da família

 Módulo Gerencial
 
Registra dados sobre as atividades profissionais desenvolvidas, com especificidade para o controle de gestão dos programas e projetos sociais, serviços e benefícios. O sistema oferece relatórios analíticos de execução de serviços e concessão de benefícios, facilitando a elaboração dos relatórios finais de gestão, pois inter-relaciona variáveis quantitativas que podem ser organizadas em gráficos e tabelas.

As atividades de rotinas bem como aquelas que constituem o uso de instrumentos técnicos, tais como entrevistas, atividades domiciliares, reuniões entre outros, são organizadas na agenda, que representa uma ferramenta útil para orientar o uso do tempo e a distribuição das ações dos profissionais. 

Módulo Atendimento  

Registra dados relativos à história de vida do usuário e sua relação com os serviços socioassistenciais. Descreve a trajetória do atendimento e possibilita identificar o acesso aos serviços e benefícios, bem como sua inclusão e participação nos programas e projetos sociais. 

Integração de informações entre unidades de Atendimento e os Níveis de Proteção Social

O SIAS possibilita a integração de informações entre diferentes unidades de atendimento que compõem a rede de serviços da secretaria municipal e com isso permite às equipes de atendimento ter uma comunicação ágil e o controle do processo de atendimento de cada família usuária ou indivíduo de acordo com o nível de proteção social.
A porta de entrada de informações inicia-se nos CRAS e Plantão Social, sendo que o plantonista realiza o protocolo de encaminhamento on-line de acordo com o grau de emergência e características da situação apresentada pelo usuário / família para outras equipes de referência.

Assim, por exemplo, a equipe do Centro de Referência da Assistência Social – CRAS pode imediatamente receber a demanda e incluir o usuário/família em um dos programas ou projetos sociais, se o nível de atenção for de proteção básica. Da mesma forma, também, pode estabelecer relação com a equipe do Centro de Referência Especializado Referência de Assistência Social – CREAS, se no diagnóstico da situação apresentada houver identificação de violação de direitos.

A base de dados integra informações que caracterizam um suporte de conectividade entre os diversos profissionais e entre as unidades de atendimento do órgão gestor da assistência social disponíveis no município.

- Fontes: disponível acesso 27/02/12





Nenhum comentário:

Postar um comentário